CCXVIII

21:21


Serenity Of Sun - Freydoon Rassouli


O sol de todo amanhecer
afaga os solos de minha alma
sempre a estarem regados
com minhas lágrimas.
O sol de todo meio-dia
desce sobre meu Eu
e se encaminha ao meu
Verdadeiro Eu
iluminando cada recôndito
mais oculto de minha alma.
O sol de todo entardecer
aquece as vastidões
mais inóspitas da minha
mente que passa a receber
o calor que ergue cada torre
que dentro de mim
quebrada está.
O sol de todo anoitecer
toma a aura crepuscular
que me envolve pelas
noturnas horas como
uma amorosa mãe senhora
de muitas cálidas auroras.
O sol de toda meia-noite
expressa seus versos através
do Anjo Noturno
que até mim chega trazendo
tesouros que estão acima
do Tempo
e distantes
do Espaço.
O sol de toda madrugada
me prepara para mais
um dia na estrada
que percorro com pés
totalmente cansados
e doloridos
há milênios no
Planeta Terra…
O sol,
O Grande Sol,
minha humana amiga,
meu humano amigo!
O Grande Sol!
O Grande Solar Arco!
O Grande Solar Escudo!
A Grande Solar Espada!
A Grande Solar Escada!
Sentis em vós,
humana irmã,
humano irmão,
o Grande Sol,
Este Eterno Astro
Da Infinitude Indecifrável
Da Unidade A Manifestar-Se
Como Calorosas Luzes
Inolvidáveis?


Inominável mente,
INOMINÁVEL SER.




You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts