CXCIII

23:02



O Barqueiro
Dos Tempos
sacode a poeira
das lembranças
no Véu Terrestre...
O Akasha se abre
e muito do Passado
vaga diante
dos meus olhos…
Vejo
as construções
dos Verdadeiros
Templos…
Vejo
as possessões
dos Verdadeiros
Magos…
Vejo
A Verdadeira
Magia…
Vejo
O Poder Magno
Do Passado…
Vejo
Os Primeiros
Artesãos…
Vejo
Os Primeiros
Arquitetos…
Vejo
O Primeiro
Fogo…
Vejo
A Primeira
Água…
Vejo
A Primeira
Vida…
Vejo
O Primeiro
Sol…
Vejo
A Primeira
Lua…
Vejo
O Primeiro
Ar…
Vejo
A Primeira
Terra…
Vejo
todas as
Terras…
Vejo
todos os
Universos…
Vejo
toda a
Criação…
E Vejo
o que não
pode caber
nestes versos
e em nenhuma
canção…

Inominavelmente,
INOMINÁVEL SER.





You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com