CXCII

22:35



Uma pausa longe das agruras,
um relaxamento das ataduras,
um longo prolongamento
de alguns poucos momentos
de felicidade mais espontânea
neste vale de muitas e muitas e muitas
lágrimas em perdidas balas:
sim,
humana irmã,
humano irmão,
isto é possível.
Possível entre as diversas maneiras
de encararmos o vento que bate
como aquele que leva toda
tristeza destrutiva
e amargura indecorosa.
Possível entre as vestimentas
de nossas faces com sorrisos
a todo momento
diante do verdadeiro milagre
que é cada maravilha expressiva
do poder da Grande Natureza:
as plantas,
as flores,
os frutos,
os animais,
os homens,
as mulheres,
os idosos,
as crianças,
o sol,
as nuvens,
a lua,
o dia,
a noite,
a chuva…
Possível se pararmos um pouco
de corrermos como
desvairados ridículos competidores
por um efêmero
“lugar ao sol”.
Possível se nossas mentes,
em uníssono,
um dia forem capazes de compreender
que nosso verdadeiro lugar
é nos Braços Eternos
Da Unidade.

Inominavelmente,
INOMINÁVEL SER.





You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts