CLIX

12:00


Há um mundo

imenso

cheio de maravilhas.

Um mundo

no qual temos

a certeza

da realização

de uma não-fantasia.

Um mundo

de infinito geracionista

teor de causticantes

certezas mais recheadas

de altas primazias.

Um mundo

onde o gotejar

de águas límpidas

oferece oceanos

de felicidades

infinitas.

Um mundo

rodeado de

outros mundos

tão maravilhosos

como são

maravilhosos

os Altos Mundos.

Um mundo

que traz

o som das harpas

de orquestras

que se encontram

nos Nove Picos

Das Montanhas

Da Alta Aurora.

Um mundo

onde a segurança

está na forma

como tudo transcorre

de um modo

tão simples

quanto o ir e o vir

da chuva

e da luz solar.

Um mundo

para todos,

jardineiras

e jardineiros

que me lêem,

para todos

que cansados estão

do árduo trabalho

de sofrer,

de nascer

e de renascer

abaixo do sol

neste mundo

a nos iluminar.

Não é um mundo

que fica

muito longe.

Não é um mundo

que se encontra

lá onde Judas

perdeu as botas,

como dizem

popularmente.

Não é um mundo

cujo ar,

cujas águas

e cujas terras

sejam habitadas

pelo escorrer

das dores

e das lágrimas.

O mundo

do qual estou

a lhes falar,

jardineiras

e jardineiros,

está bem perto,

muito perto,

basta apenas

a ele considerar:

vossos corações.

Algum dia,

algum de vocês,

jardineiras

e jardineiros,

já tentaram viajar

para o

desconhecido mundo

de vossos

corações?

Viajem...

Viajem...

Viajem...

Mas,

não fiquem de férias

pela Eternidade,

a Existencialidade

é uma guerra

e quem foge

do combate

para apenas ficar

a sonhar

torna-se inerte

pedra.

Façam vossos corações

saltarem destemidos,

guerreando por

vós!

E,

durante todas

as batalhas,

estarão,

enfim,

no verdadeiro mundo

que desconheceis,

mundo no qual

a sinceridade

é a taquicardia

da paz

definitivamente

encontrada.


Inominavelmente,

Inominável Ser.


You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com