CLVI

12:00


Enrolado em um

lençol de folhas

vivas

e exaltando o frescor

de uma leve brisa,

estou assumidamente

na tranquila paragem

de meu Jardim

sem passagens

para mundos ruins.

Aqui,

em meu Jardim,

há apenas passagens

para mundos melhores,

mundos de cores

vivas,

mundos de cores

cintilantes,

mundos de cores

maiores.

Pisam neste Jardim

os sonhadores

dos Sonhos Maiores

e os realizadores

das Realizações Maiores.

Dançam neste Jardim

os dançarinos

das Danças Maiores

e os lutadores

das Lutas Maiores.

Definitivamente,

aqui é um lugar

de paz

e seguridade,

de amor

e tranquilidade,

onde vou aprendendo,

aos poucos,

a ser

pacífico,

a ser

seguro,

a ser

amoroso

e a ser

tranquilo

em espírito.

De todos os Jardins,

faço do meu

um chafariz para

as mais altas ondas

de mares que crescem

em direção

ao Grande Mar.

Recebam da água,

abram os braços,

é a chuva

do Grande Mar!

Caindo aqui!

Caindo por aqui!

Cando bem aqui!

Caindo aqui,

onde se festeja

A Maravilha Do

Grande Jardim,

A Paz

De Deus,

A Seguridade

De Deus,

O Amor

De Deus,

A Tranquilidade

De Deus!

Meu Paraíso

é o meu

Jardim!

Todos Os Paraísos

São

Grandes Jardins!


Inominavelmente,

Inominável Ser.

You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts