CLXXXV

12:00

Um menino corre
pelos louvados
campos de trigo
de uma plantação
amiga da serenidade
que se fazia
rumo
da
força
que
carrega
todas
as
dores
d'alma...
Tal menino
diz-se filho
do vento suave
da manhã alegre
e sorria para
a estrela do norte
que se alevantava
sempre no horizonte
perto
de
um
riacho
de
águas
mágicas
cristalinas
e
senhoras
das
sonhadoras
alvoradas...
O menino
batia asas junto
com os
Anjos Da Alegria
e trajava as vestes
de um Liberto
que seguiu as pegadas
do Mestre Pescador
como
nazareno
redimido
das
longas
caminhadas
pelas
estradas
existenciais
da
dor
pelas
eras
planetárias...
Corre
o
menino...
Corre
o
menino...
Corre
o
menino...
Como corre
o menino
bem alegre
e bem amigo
dos
raios
solares
que
beijam
sua
grande
pele!
Ele
corre...
Ele
corre...
Ele
corre...
Quereis com ele
correr assim
sem que o tempo
e os dias
te
façam
como
sempre
um
amargo
ser
humano
estressado
infeliz?
Dá um tempo
em teu jardim,
joga tudo fora
por algum tempo
e fica apenas
sonhando
com
a
chegada
Daquele
Momento...

Inominavelmente,
Inominável Ser.









You Might Also Like

1 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts