CLXXIV

11:55

Tenho próximo

Aos grandes vales

D'alma minha grande

A grandeza de

Árvores cantantes.

Tenho distante

D'alma minha pequena

A pequeneza de

Margens afundantes.

Aguardo vorazmente

O saber-me lá,

Lá Naquele Mar

De Espíritos Poéticos

E De Espíritos Filosóficos

Que Poetizam

E Filosofam.

Amiga Dor,

Mestra do meu

Verdadeiro Eu,

Do meu Eu Superior,

Meu torpor é um vale

Ou o meu ardor é um rio?

Ou eu sou

O Mar

Chorando finais?


Inominavelmente,

Inominável Ser.










You Might Also Like

2 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com