CLXII

11:08

O Livro Dos Sonhos
Cósmicos
Narra A Viagem
Da Nossa Virtude
Em Busca Da Definição
De Nossa Inquietude.
Somos Inquietos
Como Estrelas Coroando
As Constelações Distantes
Dos Altos Raios Solares.
Somos Inquietos
Como São Inquietos
Os Estampidos E Os Clarões
Das Explosões Formadoras
Dos Universos.
Somos Inquietos Como
A Criação,
Esta Criação,
Esta Nossa Criação
Sempre Crescendo,
O Infinito
Crescente,
A Eternidade
Crescente,
A Vida Eterna
Crescente.
Somos Formigas Aos Olhos
Dos Cósmicos Dançarinos
De Asas Prateadas
Que São
Os Arcanjos Cósmicos
Da Vestimenta Unificante
De Todas As Coisas.
Colidimos Com Cometas
De Desuniões
E De Ódios,
Mas Todos Tendemos
Para As Mãos Dadas
E O Amor Que Se Amplia
Quando Paramos De Querer
Alimentar Nosso Pequeno
Ventre De Nadas
Com Refeições Danosas
Ao Nosso Crescer.
Crescemos Ainda,
Evoluimos Diante
Das Espadas Sagradas
Daqueles Arcanjos,
Arcanjos A Serviço
Do Um Que Nos Inspira
A Crescer,
O Um Onde Não
Estamos,
O Um Onde Queremos
Estar.
Dançamos Uma Dança Cósmica
De Melodia Desejando
Encontrar A Harmonia,
A Melodia Da Paz
Querendo Encontrar
A Harmonia Da Unidade.
Dançamos Na Roda Cósmica,
Os Arcanjos Na Roda
Apenas Nos Observam,
Damos Voltas,
Damos Muitas Voltas,
Vários Passos,
Várias Quedas
Pelos Salões
De Dança...
No Salão Definitivo
No Qual Dançaremos,
No Entanto,
Realizamos A Perfeita Dança,
Alcançamos O Perfeito Passo!

Inominavelmente,
Inominável Ser.




You Might Also Like

6 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts