CLVII

22:48

O Oceno inteiro
carrega
meus sonhos
de bardo.
O Oceano inteiro
carrega os sonhos
da inocência
que ainda pode haver
tanto no palco
das guerras
quanto no palco
dos roubos.
Ó,
Oceano!
Ó,
Oceano!
Ó,
Oceano!
Quantas ondas
assim
me banhando!
Quantas ondas
assim
banhando o mundo!
Fechando as tristezas,
abrindo as alegrias,
a praia está cheia,
Tu aí
Quer sorrir
Deitado suave
Na areia?

Inominavelmente,
Inominável Ser.







You Might Also Like

1 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com