CLIX

01:18

Não nascemos
e não renascemos
para a simplicidade
e para a nulidade
do pó
de todos os dias
do Humano Jardim.
Ouves
uma Grande Sereia
cantando ali
onde pensam não haver
resquícios de
esperanças?
Ouves,
Adriana,
a Grande Sereia,
tu ouves?
Ouves,
Zana,
a Grande Sereia,
tu ouves?
Ouvis,
leitores meus
no Humano Jardim,
a Grande Sereia,
vós ouvis?
Ela sentada está
no rochedo perto
da primeira praia
do Grande Mar,
seus cabelos são
mais brilhantes do quw
os raios de sol
e sua pele reflete
o brilho próprio
do Kosmos,
seus lábios envolvem
tosdas as Esferas,
Seu canto chega
aqui
nesta Humana Esfera...
A Grande Sereia
canta para
nascermos...
A Grande Sereia
canta para
renascermos...
A Grande Sereia
canta para...
Ela pede meu silenciar,
o meu silenciar,
agora...
Ouvida melhor Ela
quer ser
por todos vós
agora...

Inominavelmente,
Inominável Ser.







You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts