Para Sandra Ferro, A Sandrinha - Escritora, Poetisa, Amiga, Irmã E Fã

01:55






Saudações agora seriam tão inóspitas neste meu momento de dor. Acabo de saber de uma notícia que me surpreendeu, o falecimento, na semana passada, de uma amiga minha, uma fã de todo o meu trabalho virtual, Sandra Ferro, ou Sandrinha, como todos a conheciam na Internet. No blog Confissões de Afrodite li a notícia que profundamente me entristeceu, me desnorteou, inesperadamente me atingiu de um modo estrondoso... Conforme soube em um módulo de mensagens em um dos blogs dela, Sandrinha entrou em coma devido a uma anemia falciforme e não resistiu...

Não a conheci pessoalmente, mas nos tornamos amigos, irmãos; ela era a única, até o presente momento, que admirava e amava o meu trabalho, tudo o que eu escrevia, com sinceridade, com toda a sinceridade que pode caber em uma alma... Eu devo desabafar e aqui homenagear a este maravilhoso e abençoado Ser que nos deixou, com um poema, um poema de saudades e de amor...


Voam perto de mim
Os pássaros todos
Do Reino Do Amor
E uma menina canta
As glórias dos mundos
Que recitam
O Nome Do Amor
O Verdadeiro Nome
Do Amor

A menina brinca
Com as flores
E beija as faces
Dos Altos Anjos Do Amor
E sorri para os
Deuses Do Amor
E adormece nos braços
Do Um Em Amor

A menina corre
Pelos Campos Dos Vales
Do Alto Amor
Corre com a alegria
Que apenas os
Divinos Seres
Demonstram com seu
Grandioso Amor

A menina vai
Pelos Paraísos
A menina vem
Pelos Campos Elíseos
A menina é
Do Alto Amor
E canta também
Toda melodia
Nascida da espuma do mar
Da qual Afrodite nasceu

A menina
Sandrinha
Voando pelos ares
Os Altos Ares
Sentindo
A Verdadeira Vida
Sentindo-se
Verdadeiramente Viva
Sentindo
A Vida No Um

A menina
Livre
Sandrinha
Voando
Voando
Voando
Voando
Voando
Voando
Voando
Voando
Voando...

E aqui
Agora
Me abraçando...

E aqui
Agora
Enxugando-me as lágrimas...

E aqui
Agora
Me falando das Coisas
Do Alto Amor...

E aqui
Agora
Sendo Anjo Do Amor...


Para a minha eterna amiga, fã e irmã Sandrinha Ferro.

Nos encontraremos pessoalmente um dia, Sandrinha, tanto quanto agora estamos aqui abraçados um ao outro...

E tu sabes que esta é a única homenagem que eu poderia fazer-lhe...

Amo-te, amiga, sejas feliz onde estiver, sejas feliz onde estiver...

Eternamente Sandrinha:


De Mulher Para Mulher

Ausência Do Meu Eu

Minhas Dores

You Might Also Like

6 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts