CXXXVIII

01:41

Percorri um longo trajeto
E O Eremita me deu
Seu Cajado
Quando encostei meus ombros
No muro correto.
Percorri outros longos trajetos
E O Louco me deu
Sua Sacola
Quando acariciei o cão
Que morde-lhe sempre
As pernas.
Percorro um novo
Longo trajeto,
A Sacerdotisa me guia
Como A Grande Mãe
Dos Arcanos Secretos,
Arcanos que se adiantam
Aos raios solares,
Arcanos que acima estão
Dos sóis
E dos tapetes estelares.
Sou um poeta
Que percorre trajetos,
Insistente em busca
Da Evolução,
Quero limpar
Os meus pés,
Quero dançar
A Dança Do Dragão,
Quero comer
A Maça De Afrodite,
Quero Ver
O Mundo
E A Senhora Do Mundo
Completa,
Soberana,
Una,
Em mim!
Cada um é um
Dante,
Com meu Irmão
Dante
Eu atravesso
O Abismo,
Eu atravesso
O Jardim,
Eu vou encontrando
A minha Beatriz.
Tu podes ser
Um Dante,
Atravessar
O Abismo,
Atravessar
O Jardim,
Encontrando
A sua Beatriz.
A Roda Das Eras
Nos impulsiona
A sermos assim,
Seguidores Dos Trajetos,
Trajetos Acima,
Trajetos Abaixo,
Trajetos No Meio,
Sempre Os Trajetos,
Individuais,
Solitários,
Dolorosos
E,
Ao fim,
Realizadores da Visão
Que temos no Alto
Da Rosa Dos Bem-Aventurados
E Da Roda Eterna Da Criação
Elevante De Todas As Esferas.
Os Trajetos,
Os meus,
Os seus,
Os nossos,
Sempre diferentes,
Mas todos em busca
Do Um
Que nos fz diferentes
Porque A Diferença É
A Chave Maior
Da Verdadeira Verdade:
TRAJAMOS VÁRIAS VESTES,
RECUPERAMOS NOSSAS
ALTAS LINHAGENS,
VIBRAMOS AOS SONS
DAS HARPAS MAIORES
E NO AMANHÃ DO UM
SEREMOS NOVAMENTE
A CARNE DA CARNE
E O ESPÍRITO DO ESPÍRITO
DA CRIAÇÃO TODA
EM APENAS UMA VERDADE.

Inominavelmente,
Inominável Ser.





You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts