CXXVI

11:57

A música,
suave música
de divina estrutura,
toca...

E eu
A vejo
dançar...

Eu A
vejo
dançar...

As criaturas em redor
estão a sorrir...

Os homens violentos
estão a adormecer...

As mulheres violentas
estão a pacificar-se...

Toda a violência,
a violência do mundo,
diária violência,
noturna violência,
findada quando Ela,
quando Ela,
Ela,
dança...

Floresce na Terra,
durante o
Dançar Dela,
toda flor que evoca
O Rio Do Amor,
toda flor que convoca
A Guerra Do Amor,
toda flor que invoca
O Verdadeiro Amor!

Coroa-se a Terra
de pétalas alvas
durante o
Dançar Dela,
toda pétala transforma
o rumor angustiante
em sorriso esperançoso,
toda pétala transforma
a sede de sangue
em sede de sanedoria,
toda pétala transforma
a indiferença
em verdadeira união dos seres!

A Terra
Dançando
Porque
Ela Dança!

A Terra
Dançando
Porque
Ela Quer Dançar
E Mover
A Esfera Das Vidas!

A Terra
Dançando
Porque
Ela É A Deusa Do Jardim,
O Jardim Da Humanidade,
Dando A Todos Os Filhos
A Fruta Proibida
Do Conhecimento Da Dança,
Dança É
Verdadeira Eternidade,
Dança É
Verdadeira Evolução,
Dança É
Verdadeira Rotação,
Dança É
Verdadeira Mensagem!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Dançai,
Humanidade,
Com A Deusa Do Jardim!

Inominavelmente,
Inominável Ser.




You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com