CXIX

19:53

Sobre o peso de

Todos os males

Que assolam o meu

Viver voraz veloz,

Encontro-me sublime

No passo alvo alto

Dos meus

Sublimes pés.

Tenho passos largos,

Tenho passos curtos,

Gigantescamente rumo

Ao caminhar

Do grande circular

De todas as horas

Do meu lar.

Lar sem nome...

Lar Inominável...

Lar distante...

Lar Alto...

Como eu quero Crescer

E alcançar Alto

O Mais Alto!

Como eu quero Ascender

E deixar no Abismo

Este Baixo!

O Peso Do Baixo oprime...


Inominavelmente,

Inominável Ser.








You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts