CXII

22:40

Persigo uma Luz,

Peregrina Luz

Como eu

Neste mundo

Que me reduz

A buscador sombrio

De Luz.

As brumas de vários

Antros de lobos

Obscurecem todos

Os luzidios rostos

Dotados do poder

De intensos lampejos

Que me fazem

Em instantâneos raios

Ver A Luz.

Receio vagar quando

Fecham-se as portas

Da Sagrada

Morada Da Luz,

Ali onde se reduz

A névoa que produz

O Cerne Obscurecente

Da Deusa Carne.

Lúcifer torno-me sempre

Pedindo A Luz!


Inominavelmente,

Inominável Ser.






You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com