LXXXVIII

23:16

Feitos maiores nascem

Quando não meço

As partes do meu

Pedido voraz

Por uma altura maior

Do que os meus

Duros ais.

Sofrimentos são eu,

Todos os meus

Sofrimentos lívidos

São eu.

Dores são eu,

Todas as minhas

Dores lívidas

São eu.

Nada de inferior

Esquecimento

Do que me torna

A cada Mutação

Dos Rios Do Meu Eu

O Rio Daquele Eu

Em mim presente.

Sou apenas

Um Eu.

Eu apenas

Sou Um.


Inominavelmente,

Inominável Ser.





You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts