LXI

20:05

Ouvi os estrondos

Das quedas totais

Das construções frágeis

Do meu passado.

Com uma espada voraz

Cortei os brutos laços

Da minha mente mortal

Com a mortalidade

Do meu passado.

Com O Arco,

Agora em minha

Alma Eterna,

Agora em meu

Espírito Eterno,

Agora em minhas

Mãos Eternas,

Lanço Flechas para

O meu Agora.

Evoluo diariamente

Como guerreiro

Do meu Agora

No Agora Eterno Inderrubável.

Inominavelmente,

Inominável Ser.

You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com