XLVIII

00:00

E aqui eu me ajoelho,

Sempre fiel à fé

Mais dourada

Do Espírito meu forte,

Aos Verbos Ocultos

De Vossas Palavras

Silenciosas,

Inominável Desconhecido.

Não O amo falsamente.

Não O cultuo fanaticamente.

Não O perturbo exigindo

Exigindo o que não é

Para ser meu.

Não sou um tolo religioso

Que O diminuiu

Com adjetivos vis.

Posto que és Inominável,

Falo de Ti

Ouvindo silenciosamente

A Tua Voz Silenciosa,

Sonora em meu Espírito,

Primorosa em minha pena.


Inominavelmente,

Inominável Ser.


You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com