XLVII

20:38

Aqui na Matéria

Navego em um

Mar obscuro,

Do qual saio para

Caminhar nas praias

Da Vida Verdadeira

Quando me liberto

Desta prisão física.

Em uma madrugada

Estive ao lado...

Não adianta.

Ela é um sonho.

Ela é uma quimera.

Ela e todas não são

A mim necessárias.

Inominável Desconhecido,

Tu És A Necessidade,

Aquilo que necessito

Mais do que este

Invólucro material.

Em Espírito.

De Ti necessito.


Inominavelmente,

Inominável Ser.




You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com