XXXVII

17:36

Pelos vales sombrios

Da amaldiçoada

Matéria que cega,

Eu caminho pondo-me

Acima de todo pó,

Que é o Todo Centro

De Toda Corrente Material.

Por razões acima

Do meu Espírito,

Razões que são

A Tua Razão Infinita,

Pai Sempre A Centralizar,

Transcendentalmente

Sou OM e AMEM,

Sou TARO e ROTA,

Sou Eu e Sou Tu!

Imanentemente,

OM AMEM TARO ROTA

É o eco do meu

Eu Superior

Fazendo-me voz

De Ecos Superiores!


Inominavelmente,

Inominável Ser.




>

You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts