XXXVI

17:09

Realizo através da pena

A soma de todas

As minhas Existências

Nas Esferas Altas

E nas Esferas Baixas.

De mundo a mundo

Fui aproximando-me

Daquele Existente Ser

Que És Tu Tu Tu,

Inominável Desconhecido.

Bebi o fel dos cruéis,

Bebi o mel dos mansos,

Bebi a água dos sábios,

Bebo tudo agora

Que n’alma permanece

Como memória no papel

A ser exposta.

Para este mundo

No qual eu sou um peregrino

Dedico-me a beber-Te,

Inominável Desconhecido.


Inominavelmente,

Inominável Ser.




>

You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts