XIV

22:40

Lendo O Livro Maior

De Todas As Estrelas,

Perco-me

E encontro-me

No véu infinito de

Todas as minhas

Existências.

Fui rei e imperador,

Fui mestre e discípulo,

Fui pacífico e rebelde,

Fui bom e mau,

Fui tudo e nada,

Sou tudo e nada

Do que sou e não sou.

Todos que eu fui

Estão ainda sendo,

O Tempo nos faz Um

E estou no que fui.

Estou no que sou com eles

E no que serei no

Amanhã desconhecido.

Sou um deus e despertei,

Meu Olimpo é a pena.


Inominavelmente,

Inominável Ser.




You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts