XII

22:18

Não temo os arroubos

Dos ignorantes cegos,

Faço-me ignorante,

Sou ignorante,

Compreendo-os.

Todos estamos na sombra,

O mundo de Maya,

O mundo do Nada,

O mundo das aparências

Que são tolas,

Que são mentirosas.

Inominável Pai,

Meu Pai Inspirador,

Como Jesus

E como Siddartha

Eu objetivo ser,

Vendo a luz extinguidora

Das aparências,

Vendo A Sabedoria,

Sendo Teu filho pródigo

Que a Ti retornou.

E que alguns ignorantes cegos

Eu possa pôr no Caminho.


Inominavelmente,

Inominável Ser.




You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts