VIII

20:24

 

Nasço e morro

Todos os dias

Quando o sol

Dos velhos dias tristes

Encontra a lua

Dos amanhãs que

Desconheço.

O amanhã meu

É o agora deste

Nascer e morrer

Que é o meu Nirvana,

Que é o meu

Oitavo Sentido,

Que é o meu

Sempre Novo Retorno

Ao Kosmos Pai

Do Esplendor Da Criação.

Nasço Leão,

Morro Fênix,

Retorno Peixes.


Inominavelmente,

Inominável Ser.




You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Jardins Que Visito

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Get Free Shots from Snap.com