0

14:28

 

Na mais bela das caminhadas

Que com os pés cansados meus

Dou pelos mundos que se abrem

E pelos mundos que se fecham

Diante de mim

Encontro logo ali

Um Jardim

 

Na mais tortuosa das caminhadas

Que com os meus olhos quedantes

Dou pelos mundos que se fecham

Diante de mim

Encontro logo ali

Um Jardim

 

Eu havia perdido

O Amor

E havia cometido o horror

De não querer

Diante de mim

Encontrar logo ali

Um Jardim

 

Eu tremia de dor

E suave diante da despedida

Do homem antigo que eu era

Para simplesmente

Diante de mim

Encontrar logo ali

Um Jardim

 

A Deusa recebeu-me

A Deusa Verdejante recebeu-me

A Deusa Inominável Do Jardim

Recebeu-me quando

Diante de mim

Encontrei logo ali

Um Jardim

 

A Deusa guiou-me

A Deusa regou-me

A Deusa podou-me

A Deusa plantou-me

Diante de mim

Encontrei logo ali

Um Jardim

 

Zana lá estava

Zana lá dormia

Zana lá caminhava

Zana lá descansava

Diante de mim

Encontrei logo ali

Um Jardim

 

E encontrei uma

Irmã Jardineira

Irmã Zana

Jardineira Zana

Diante dela

Encontro logo ali

Um Jardim

 

Faço do Jardim

O Pacífico Leito

Do Meu Eu Jardineiro

Envolvendo-me sem medo

Diante Dela Deusa

Encontrando Seu

Jardim

 

Faço do Jardim

O Pacífico Reino

De Todo Verdadeiro Jardineiro

Qual Jardineira Zana

Diante Dela Irmã

Encontrando Nosso

Jardim

 

Esperanças Nas Folhas

Alegrias Nas Flores

Paz No Regar Do Verde

Através Das Águas Da Deusa Que

Diante De Todos Nós Jardineiros Humanos

Encontra Também O Seu

Jardim

 

Reguemos O Jardim Dela

Nada Temendo E Nada Sofrendo

Enquanto Passeamos Pelo

Passageiro Humano Jardim

Diante De Nós Humanos

Encontrando Tudo Naquele

Jardim

 

Espíritos De Jardineiros

Mãos De Jardineiros

Olhos De Jardineiros

Atos De Jardineiros

Diante De Nós Jardineiros Aqui

Nossos Verdadeiros Eus No

Jardim

 

A Deusa Feliz Guia-Nos

A Deusa Esperançosa Rega-Nos

A Deusa Pacífica Poda-Nos

Através Dela Temos

Diante De Nossos Humanos Passos

A Certeza Do Inominável Abraço

Em Um Jardim

 

Plantemos Reguemos Colhamos

Caminhos amemos abracemos

Aos Que Conosco Vêem-Se

Assim Como Que Verdadeiramente Vivos

Diante De Nossas Certezas

De Sermos Inomináveis

Em Um Jardim

 

A Soma De Tudo

É Zero No

Jardim

 

A Soma De Todos

É Zero No

Jardim

 

Por Que Somar

Por Que Nomear

Caminhando No Verdadeiro Ar

Caminhando No Verdadeiro Lar

Que É O

Jardim?

 

Zerem-Se

 

Esqueçam Nomes

 

Sigam Assim O Estar No

Jardim

 

Bem-Vindos

Zerados

Inomináveis

Jardineiros

Ao

Jardim

 

Inominavelmente,

Inominável Ser.

 

 

 

You Might Also Like

0 Passantes Pelo Jardim Aqui Repousaram

Popular Posts